A saúde dele e dela – por que deixar a saúde das mulheres ao sabor da sorte?

Até 20 anos atrás não sabíamos quase nada sobre a saúde das mulheres e nem tampouco sobre as formas diferentes como as doenças de manifestam para ele e para ela.

Hoje sabemos que as mulheres são 70% mais propensas a depressão do que os homens e, mesmo conhecendo essa diferença, a mulheres recebem um diagnóstico incorreto em 30 a 50% dos casos. Mas não é só na depressão que esses problema se manifesta, mas em muitos outros diagnósticos.

Em 14 minutos a médica Paula Johnson joga uma luz na importância de repensarmos as diretrizes das ações para os cuidados da saúde da mulher e do homem. Assista o vídeo e entenda quanto podemos avançar nesse conhecimento para melhorar a saúde da mulher.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *